Preview Mode Links will not work in preview mode

BSC: O melhor podcast de humor do Brasil! Diversão e entretenimento por Bobos Sem Corte


Mar 5, 2020

Hoje em dia ser nerd é motivo de orgulho, uma comunidade coesa, com poder, impacto, relevância, mas nem sempre foi assim...

Há duas ou três décadas muitos nerds se sentiam isolados, abatidos, desenquadrados, alvos de bullying. Em uma era pré-internet a vida do nerd era muito mais complicada, antes da glamorização ele sequer tinha uma denominação popular ou era reconhecido para a maioria. Mas o nerd já existia, talvez desde sempre, os tempos mudaram e a mesa virou, orgulhosos, empoderados, com dinheiro e status, o nerd de hoje literalmente veste a camisa, dita regras e tendências.

Já nos anos 90, época de nossos heróis do BSC podcast, como era ser nerd? O que havia para eles? Do que gostavam? Como se conheciam? Qual era o primeiro contato nerd? Eles sabiam o que eram? Magic, RPG, fliperamas, animes, os primeiros mangás, gibis, nada era muito popularizado, antes dos cosplays, das grandes feiras, das camisetas geeks, ainda assim já haviam rolês nerds, de que se alimentavam, para onde iam?!  

Nerd não é tudo igual, em uma época que negros nerds eram raríssimos Gui Preto já tentava entender seu lugar no mundo, e como dissociar o estereótipo de nerd de um japonês? Na falta de Heitor Okimura, hoje temos Átila Shinhe.